Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Silos da Trafaria

|

A obra dos Silos da Trafaria foi adjudicada, em julho de 1980, a um consórcio liderado pela Engil, empresa que executou toda a obra de construção civil sobre o terrapleno. A tecnologia dominante utilizada foi o sistema de cofragem deslizante, numa empreitada com o valor total de 10 milhões e 800 mil euros.

Os Silos, que demoraram três anos a ser construídos, são compostos por quatro conjuntos de células de 72 metros e uma Torre com 82 metros de altura. O complexo destina-se a receber os maiores navios graneleiros do mundo e trabalha na armazenagem, distribuição e ‘transhipment’ de cereais. É, atualmente, o mais moderno Terminal de águas profundas existente no Mediterrâneo e Europa Ocidental.

Estes silos de moagem de grande parte dos cereais utilizados pela indústria panificadora portuguesa raramente desaparecem do horizonte, marcando, inevitavelmente, a paisagem ribeirinha da Trafaria.

[pesquisa efetuada pelo aluno Leonardo Silva, 8ºA]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email