Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Trafaria e sua Toponímia

|

A Trafaria é das mais antigas povoações do concelho de Almada; sede de freguesia pelo Decreto-Lei nº 12472 de 7 de outubro de 1926 e elevada a vila em 9 de julho de 1985.

Aqui partilhamos um breve roteiro toponímico desta povoação piscatória, celebrada “praia de banhos” da cidade de Lisboa em tempos que já lá vão.

.

AVENIDA BULHÃO PATO

Tem início junto ao número 1 da Avenida General Moutinho e termina na Praceta dos Bombeiros Voluntários. Raimundo António Bulhão Pato nasceu em Bilbau, em 3 de março de 1829. Foi um escritor de mérito, politicamente liberal e figura muito popular. Foi autor e tradutor de várias obras literárias, sendo a principal “Paquita”. No entanto, “As Memórias”, pelo seu cunho, são de muito interesse para o estudo da época em que viveu. Residiu nesta via da Trafaria, num pequeno pátio cujo número é o 18. Faleceu a 24 de agosto de 1912.

.

AVENIDA GENERAL MOUTINHO

Tem início junto ao número 1 da Avenida Bulhão Pato e termina ao princípio da Rua Miguel Bombarda. Joaquim Teixeira Moutinho nasceu em 20 de maio de 1851 em Sanfins do Douro, concelho de Alijó. Em 10 de outubro de 1872, assentou praça no Regimento de Infantaria 16, sendo nesta arma que faz todo o serviço militar, atingindo o posto de general. Esta figura militar, que possuía várias condecorações e comendas, era um fervoroso republicano. Com a sua passagem à reserva passava grandes temporadas na Trafaria, povoação que muito amava.

.

AVENIDA DA LIBERDADE

Tem início na Avenida General Moutinho e termina na Praceta dos Bombeiros Voluntários. Anteriormente, esta avenida denominava-se de Salazar, tendo sido depois rebatizada com o termo Liberdade = condição do homem que pode dispor de si, ou que não é propriedade de outrém / conjunto de direitos garantidos ao cidadão pela lei fundamental do Estado.

.

AVENIDA VINTE E CINCO DE ABRIL DE 1974

Tem início na Praça da República e termina à saída da localidade, a caminho da Costa. Passou assim a denominar-se em abril de 1975, em homenagem à Revolução dos Cravos, a qual, depois de 48 anos de repressão, restituiu as liberdades fundamentais em Portugal.

.

ESTRADA MILITAR

Tem início na Rua Gomes Freire de Andrade e termina na Quinta da Corvina. Trata-se de um arruamento construído, inicialmente, para servir as baterias de artilharia de Alpena e Raposeira.

.

LARGO JOÃO MARCOS ASCENÇÃO

Situa-se junto ao nº 24 da Avenida Bulhão Pato, confluência da Rua Gago Coutinho. João de Marcos Ascenção – professor – nasceu em 1871. Segundo opinião de quem de muito perto consigo conviveu, era “um verdadeiro fanático pelo progresso das povoações da Caparica”. Profundo conhecedor das potencialidades locais por elas lutou, vindo a ser o primeiro presidente da Junta de Freguesia da Trafaria em 1926.

.

LARGO JOSÉ MARIA BERNARDES

Situa-se no términus da Rua 5 de outubro, na zona de confluência com a Rua Gomes Freire de Andrade e Estrada Militar. José Maria Bernardes nasceu na freguesia da Caparica em 1868 e faleceu na Trafaria em 1938. Foi um dos principais constutores civis da região, tendo comparticipado em importantes trabalhos, nomeadamente no Forte da Trafaria e depois na construção do quartel para o Regimento de Artilharia da Costa nº1. Foi um dos vogais da Junta de Freguesia da Trafaria.

.

LARGO MANUEL DE ARRIAGA

Situa-se junto ao nº 84 da Rua 5 de outubro, nas traseiras da Igreja Paroquial. Manuel José de Arriaga Brum da Silveira nasceu na ilha do Faial (Açores) em 1840, tendo falecido em Lisboa, em 1917. Advogado, professor liceal, político, escritor e poeta, foi deputado às Constituintes de 1911, vindo a ser eleito Presidente Constitucional da República Portuguesa.

.

PRAÇA DA REPÚBLICA

Localiza-se junto à Rua 5 de outubro, sendo ponto de confluência da Avenida 25 de abril com as Ruas Jaime Artur da Costa Pinto, Marquês de Pombal, Miguel Bombarda, Pescadores e Tenente Maia. A esta praça, por excelência e direito próprio centro cívico da Trafaria, foi-lhe dado este nome em homenagem à República Portuguesa, implantada em 5 de outubro de 1910.

.

PRACETA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA TRAFARIA

Situa-se no términus da Avenida da Liberdade, na bifurcação das estradas que seguem respetivamente para a Costa e para Murfacém, sendo, assim, uma significativa homenagem a esta benemérita Associação fundada em 1931.

.

PRACETA PORTO DE LISBOA

Situa-se na confluência das Avenidas Bulhão Pato e General Moutinho. Em princípios dos anos sessenta do século XX, a Administração Geral do Porto de Lisboa inicia importantes obras de melhoramento na Trafaria, culminando-as em 1966 com a Estação Fluvial. Como reconhecimento, em 27 de março de 1971, foi dado à praceta o nome daquele organismo.

.

RUA ALEXANDRE BRAGA

Tem início junto ao nº 42 da Avenida 25 de abril e termina junto aos silos. Alexandre Braga nasceu em 1871 e faleceu em 1921. Foi um brilhante advogado, político e jornalista. Fundou e dirigiu jornais, tendo sido deputado e ministro.

.

RUA BERNARDINO PINTO

Tem início na Avenida Bulhão Pato e termina na Rua 5 de outubro. Bernardino Damazio dos Santos Pinto, que nasceu na Trafaria em 1867, foi engenheiro maquinista naval, tendo estado vários anos no Ultramar. Vítima de doença contraída em Calcutá, viria a falecer no Hospital Militar de Goa em 1909, contando apenas 42 anos de idade.

.

RUA CÂNDIDO DOS REIS

Tem início na Avenida General Moutinho e termina na Rua Sacadura Cabral. Carlos Cândido dos Reis, nascido em 1852, foi Almirante da Marinha de Guerra Portuguesa. Era comendador e oficial da Ordem de Avis e Cavaleiro da Torre e Espada. Apologista veemente dos ideais democráticos, desenvolveu todos os seus esforços para que a República se implantasse em Portugal.

.

RUA CINCO DE OUTUBRO

Tem início na Avenida General Moutinho e termina no Largo José Maria Bernardes. Foi a 5 de outubro de 1910 que foi implantada a República Portuguesa.

.

RUA COLÓNIA BALNEAR

Tem início junto ao nº 3 da Rua Bernardino Pinto e termina na Rua Gago Coutinho. Em Portugal, foi na Trafaria que existiu a primeira colónia balnear infantil, inaugurada em 1901 pela Rainha D. Amélia.

.

RUA GAGO COUTINHO

Tem início na Avenida Bulhão Pato e termina na Rua 5 de outubro. Carlos Viegas Gago Coutinho foi um notável Geógrafo e Oficial da Marinha de Guerra Portuguesa, possuidor das mais altas condecorações. Nasceu em Lisboa em 1869. Distinguiu-se na História dos Descobrimentos Portugueses, sendo um Precursor da Aviação: em 1921, efetuou a viagem aérea Lisboa-Funchal-Lisboa e em 1922, em companhia do seu amigo Sacadura Cabral, efetuou a primeira viagem aérea do Atlântico-sul.

.

RUA GUEDES COELHO

Tem início junto ao nº 25 da Avenida Bulhão Pato e termina na Avenida da Liberdade. Guedes Coelho nasceu em 1868. Foi bancário e um grande amigo da Trafaria, onde passava, como banhista, grandes temporadas. Morou na rua que tem agora o seu nome.

.

RUA HELIODORO SALGADO

Tem início na Rua Miguel Bombarda e termina na Rua Alexandre Braga. Heliodoro Salgado nasceu em 1861 e faleceu em 1906. Foi jornalista e escritor, tendo sido um incansável propagandista dos ideais republicanos. Foi o arquivista do Diretório do Partido Republicano Português.

.

RUA JAIME ARTUR DA COSTA PINTO

Tem início junto do nº 33 da Praça da República e termina no nº 18 da Rua Gomes Freire de Andrade. Jaime Artur da Costa Pinto foi deputado por Almada, Barreiro, Seixal, Sesimbra, Mafra, Setúbal e Lisboa. A ele se deve a extinção do grande pântano da Trafaria, os trabalhos da fixação das dunas e as obras que se fizeram depois transformando o local numa vasta praça. Foi, ainda, Presidente da Câmara Municipal de Almada e Provedor da Casa Pia de Lisboa.

.

RUA JOSÉ ANTÓNIO ROCHA

Tem início junto ao nº 23 da Avenida General Moutinho e termina na Rua Gago Coutinho. José António Rocha nasceu na Trafaria em 1848. Foi comerciante, industrial e vereador na Câmara Municipal de Almada.

.

RUA MARQUÊS DE POMBAL

Tem início na Avenida General Moutinho e termina na Praça da República. Sebastião José de Carvalho e Melo, nascido em 1699, foi Primeiro ministro de D. José, Conde de Oeiras e Marquês de Pombal. Reconstruiu Lisboa após o grande Terramoto de 1755; reformou o Exército, a Marinha e a Universidade; fomentou a Indústria e aboliu a Censura Eclesiástica, ferindo de morte a “Santa Inquisição”.

.

RUA DAS MATAS NACIONAIS

Tem início na Avenida 25 de abril, junto ao nº 82, e termina nas instalações que servem os silos. Desde longa data que existem na Trafaria Serviços Florestais de apoio às Matas Nacionais.

.

RUA DO MERCADO MUNICIPAL

Tem início junto ao nº 19 do Largo Manuel de Arriaga e termina junto ao nº 8 da Rua de Artilharia de Costa. Graças à iniciativa e persistência de António José Martins (1901-1978), a Trafaria foi das primeiras localidades do concelho de Almada a possuir mercado próprio público.

.

RUA MIGUEL BOMBARDA

Tem início na Praça da República e termina na Avenida General Moutinho. Miguel Augusto Bombarda nasceu no Rio de Janeiro em 1851. Foi médico do Hospital de S. José, professor da Escola Médica e diretor do Hospital Rilhafoles, que atualmente tem o seu nome.

.

RUA DOS PESCADORES

Tem início na Avenida General Moutinho e termina frente ao nº 15 da Rua Tenente Maia. Uma homenagem aos pescadores locais, que sempre deram um apreciável contributo à economia local.

.

RUA DO POÇO NOVO

Tem início na Rua dos Pescadores e termina na Travessa do Poço Novo. Nem sempre as povoações tiveram, como hoje, as respetivas redes de água canalizada. De um modo geral, o abastecimento fazia-se através de fontes naturais existentes ou de poços que se abriam à medida das necessidades das populações.

.

RUA PRIMEIRO DE MAIO

Tem início na Avenida 25 de abril e termina na Estrada do Desvio. O 1º de maio é consagrado universalmente como o “Dia do Trabalhador” desde 1889.

.

RUA SACADURA CABRAL

Tem início junto ao nº 12 da Avenida Bulhão Pato e termina nas proximidades do nº 15 da Rua 5 de outubro. Artur de Sacadura Freire Cabral, nascido em 1881, foi um brilhante oficial da Marinha de Guerra Portuguesa; Geógrafo e pioneiro da Aviação. Acompanhado do seu amigo Gago Coutinho, fez a viagem experimental à ilha da Madeira e o histórico voo Lisboa-Rio de Janeiro.

.

RUA TENENTE MAIA

Tem início na Avenida General Moutinho e termina na Praça da República. José Carlos da Maia, nascido em 1878, foi um distinto oficial da Marinha de Guerra Portuguesa. Tomou sempre parte ativa em todas as conspirações contra o regime monárquico. Foi deputado às Constituintes de 1911 e Ministro da Marinha no governo de Sidónio Pais.

.

TRAVESSA AUGUSTO MARIA DE PAIVA

Tem início na Rua António Rocha e termina junto ao nº1 da Rua Tenente Maia. Augusto Maria de Paiva nasceu na Trafaria em 1868. Foi Professor primário de excelentes qualidades, tendo formado sucessivas gerações de jovens.

.

TRAVESSA DO TORRÃO

Tem início junto ao nº 52 da Avenida 25 de abril e termina no areal da praia. O Torrão é uma área ribeirinha compreendida entre a Trafaria e a Cova do Vapor, que, em determinada altura, passou a denominar-se de primeiro e segundo torrão.

.

[pesquisa efetuada por alunos dos 7º, 8º e 9º anos de escolaridade – ano letivo 2019/2020]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Informações sobre as Festas de Almada 2020.
3º Jogo Semanal de Cultura Geral (Tema desta semana: EUROPA).